Taverna dos Seis Reinos
 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O Recomeço

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: O Recomeço   Sex Fev 13, 2015 2:21 pm

((Tópico para as documentações do personagem Solaire Silvaris.))


Última edição por Angelloh em Ter Fev 17, 2015 6:23 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Inativo
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 733
Data de inscrição : 02/11/2014
Localização : Guilenor
Emprego/lazer : Bruxo
Humor : Indiferente

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Sex Fev 13, 2015 6:25 pm

Após muito espalhar a palavra e fé de Armadyl em Yanille (e falhado em outras cidades), Solaire, Gwinevere e mais 25 homens dos Guardiões de Armadyl decidiriam tentar novamente conseguir o apoio da Guilda dos Magos de Yanille. Ao chegar na Guilda, eles são recebidos pelo Arquimago da Guilda, e conseguem ser atendidos por ele.

No escritório do Arquimago, Solaire pede o apoio do Arquimago, e da Guilda, para tentar cuidar melhor de Yanille, melhor do que o atual Regente faz. Então o Arquimago pede algo em troca do apoio, e o Guardião faz suas propostas. Em troca do apoio, se os Guardiões conseguissem administrar a cidade, a Torre tomaria controle do dispositivo da Torre de Vigia, e futuramente, a Guilda se tornaria um Instituto de Magia. O mago pensaria muito, e aceitaria. Solaire então entregaria um contrato, e o Arquimago assinaria.

Ao final, Solaire e Gwinevere iriam de volta à seu acampamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://seisreinos.forumeiros.com.pt
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Fev 17, 2015 6:29 pm

Após a reunião com Lucaerys e Kane, Solaire se reuniria com Gwinevere e partiria para o Templo de Ikov. Lá, Solaire e Gwinevere teriam uma reunião com o Grão-Mestre Rickard, sobre os relatórios da espionagem aos ogros do sul e também seus exércitos, eles também prepararam as tropas dos Guardiões para a defesa de Yanille, com o apoio do Grão-Mestre. Após isso, Solaire e Gwin iriam para Ardonha.

Em Ardonha, eles teriam uma conversa com o Sacerdote Bellroy, Sacerdote de Armadyl no Esconderijo dos Guardiões em Yanille, após uma conversa, o Sacerdote contaria sobre os fanáticos Saradoministas, então, Solaire e Gwin iriam a caça dos mesmos. Após mata-los no beco do lado da loja em cima do esconderijo, Gwin e Solaire iriam de volta para Yanille.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Qua Fev 18, 2015 2:05 pm

Ao chegar em Yanille, Solaire e Gwinevere iriam direto até a Guilda dos Magos, aonde convocariam os Magos e Oficiais de Yanille para uma reunião na sua tenda no acampamento dos Guardiões, o Arquimago da Guilda aceita e Lucaerys fica de convocar o Coronel de Yanille.

Após alguns minutos, todos estariam na tenda de Solaire, aonde discutiriam os planos para a batalha e também as informações vindas do Norte. Eles planejariam diversas coisas, incluindo uma sabotagem no covil de dragões em Gu'Tanoth, liderada por Gwinevere e também uma sabotagem nos túneis que levam a Yanille, aonde Solaire montou o grupo imediatamente, que incluía: Ele, Lucaerys, Gwin e Katherine. Eles partem imediatamente para os túneis.

Depois de uma longa missão e o sucesso da mesma e terem voltado dos tuneis, Kane, que estaria a espera do grupo na saída, (Vulgo Ephidel) pergunta se a missão de Gwin ainda aconteceria, ela diz que sim e Lucaerys diz que irá participar, Kane também diz que os ogros provavelmente já estariam se preparando para o ataque, então, todos vão se preparar para a batalha que virá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Qui Fev 19, 2015 1:20 am

*Musiquinha dramática de preparação pra batalha (e de batalha)*

Na Guilda dos Magos, após toda a população de Yanille arranjar abrigo nas salas principais, com Renek em seu quarto, puxando as cordas da batalha, na sala do arquimago Ephidel e Solaire discutem estratégias de combate, enquanto os outros líderes observam, combinando de ter os magos posicionados na saída oeste da cidade, com os mercenários de M'aiq, comandados por Ephidel, vindo da Guerra das Cidadelas. Solaire insiste em fazer com que os mercenários e magos façam uma aproximação por trás dos ogros, escalando as colinas de Gu'tanoth e pegando os ogros por trás, no entanto Ephidel insiste que seja feita uma aproximação direta, com os mercenários indo diretamente para a rota que os ogros tomam. Após uma breve discussão, Solaire move os guardas e arqueiros para uma posição de vantagem, assim como os canhões, para que tenham alcance de todo o campo de batalha e dos ogros xamãs. Em seguida, ele movimenta a infantaria dos guadiões para os portões oeste da cidade, em formação de falange. Ephidel acrescenta, dividindo os magos em duas unidades, metade na ilhota ao oeste e metade atrás dos guardiões, impossibilitando que os ogros os alcancem, com o arquimago Wythern liderando as tropas na ilhota e o grão-conselheiro Orsino liderando as sob proteção dos guardiões. Eles chegam a um acordo.

Enquanto isso, o grupo de Kat, Gwin e Lucaerys chega a seu destino, escalando a montanha e chegando na entrada da caverna onde os ogros mantiam os dragões. Eles encontram Bulcucus, que teria sido deixado lá por Renek para o caso de precisarem de ajuda. Ele e Lucaerys tem uma reunião calorosa, e após pouco esforço, desabam a entrada da caverna. Bulcucus é teleportado por Lucaerys para o Jiguejigue, enquanto os outros seis retornam para Yanille.

A batalha começa, com alguns arqueiros feridos e o extermínio dos xamãs. Infelizmente, os disparos dos arqueiros e guardas contra a infantaria não tem nenhum efeito, até que Limstella resolve interferir nos planos de defesa e ataque, fazendo Orsino ordenar o disparo de magias de terra contra os ogros para derrubá-los e torná-los um alvo fácil para os arqueiros e guardas. O plano é um sucesso, e quase todos os ogros são exterminados. Numa segunda saraivada de disparos, a dos magos também comandada por Limstella, os ogros são exterminados, sem que haja nenhuma baixa na aliança de Yanille.

Nesse tempo, o Lorde Regente de Yanille é assassinado pelos assassinos de M'aiq, contratados por Renek. Nesse mesmo tempo, Renek termina de transcrever os mais importantes livros sobre magia da biblioteca restrita da Guilda.

Dos guardiões, Solaire recebe todo o crédito, e subindo na hierarquia dos mesmos. Renek e Ephidel recolhem os fragmentos de alma dos ogros mortos em batalha, juntando um total de 1875 fragmentos, ou 375 almas.

Após isso, Renek, Gwin e Solaire se encontram no centro da cidade, com Limstella observando-os de longe. Solaire dá a Renek o crédito pela salvação dos milhares de civis da cidade. Após um longo diálogo, eles vão ao bar, lotado, para comemorar. Eles discutem sobre o próprio passado, e o de alguns guardiões (Katherine, especificamente), e na maior parte do tempo, não param de rir. Renek resolve investigar o motivo de o Regente não ter aparecido ainda, mesmo sabendo que o mesmo, a essa hora, já estava morto. Gwin retorna para o acampamento abraçada a um barril, torta de bêbada, enquanto Solaire e Renek vão investigar.

O casarão estaria totalmente trancado e silencioso, e eles escutam uma voz vagamente familiar vindo do lado da casa. Solaire se assusta, até que, após chegarem lá, a mesma se revela como Limstella. Ela diz saber uma entrada escondida para a casa, pelos esgotos, de onde viu homens suspeitos saindo (os assassinos). Ela realmente estaria intrigada pelo ar suspeito da situação, e Solaire chamaria guardas. Os mesmos tentariam arrombar a porta, após uma explicação do suposto ocorrido, muito para o desagrado de Limstella. Solaire convence os mesmos a procurar uma entrada pelos esgotos, já que, como Limstella disse, "eles podem ter deixado alguma pista de quem são, ou o que vieram fazer, ou podemos simplesmente descobrir que eles não tem nada a ver com isso". Quando os guardas entram, Solaire e Limstella escalam as vinhas na sacada da casa, enquanto Renek simplesmente despreza a situação e fica esperando na frente da casa. Após uma longa investigação, Limstella, com ajuda de Solaire, encontra o corpo do regente, debaixo de roupas, dentro de um baú trancado por um cadeado com senha, debaixo de roupas de cama, dentro da cama, com uma alça para levantar escondida debaixo de mais roupas de cama. Tudo isso precisa ser carregado pra fora um do outro por Solaire, e Limstella chuta a senha do cadeado, conseguindo ter sorte o bastante para acertar, ressaltando que "sorte é algo extremamente raro para ela". Solaire chama os guardas, que junto com os ele e Limstella, levam o caso ao público, anunciando a morte do regente.

Limstella e Solaire se despedem após isso, com a primeira ressaltando que "Quando (Solaire) precisar de alguma coisa... qualquer coisa... (Ela) vai estar por lá para ajudar... É só pedir..."

_________________
"Eu sou um homem morto. Apenas mais um dentre esses tantos milhões de almas no submundo. Um cadáver. Mas até que este corpo perceba isso, eu vou continuar lutando. Eu vou limpar esse mundo de vermes como você."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Qui Fev 19, 2015 4:51 pm

Solaire volta para o templo de Ikov, entregando um relatório da batalha, espólios e preparativos, para o Grão-Mestre Rickard, que fica surpreso pela falta de baixas, e coisas do tipo, e questiona Solaire sobre Renek Kane, cujo nome havia tido ênfase no relatório sobre os aliados. Após isso, Solaire é promovido a Cavaleiro-Capitão e retorna, com uma nova divisão de 400 homens, para Yanille, onde a mesma se junta à sua divisão antiga, de 100 homens.

_________________
"Eu sou um homem morto. Apenas mais um dentre esses tantos milhões de almas no submundo. Um cadáver. Mas até que este corpo perceba isso, eu vou continuar lutando. Eu vou limpar esse mundo de vermes como você."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Qui Fev 19, 2015 4:55 pm

Quando os mesmos entram nos portões da cidade, Solaire é aclamado como um herói pra cidade, recebendo a maior parte do crédito pela batalha, com Renek e Limstella observando tudo do topo da muralha. Ele pede uma reunião com os líderes das instituições da cidade naquela noite e se dirige ao quartel-general da guarda, ainda sendo observado por Renek, chamando o Coronel para a reunião. Solaire, depois sai andando pela muralha, dando de cara com Renek e convidando-o para a reunião também. Renek se encarrega de chamar o novo arquimago, Lucaerys. Ele conta as novidades na guilda (menos a sua saída de Yanille e a nomeação de Katherine) e eles se separam novamente.

_________________
"Eu sou um homem morto. Apenas mais um dentre esses tantos milhões de almas no submundo. Um cadáver. Mas até que este corpo perceba isso, eu vou continuar lutando. Eu vou limpar esse mundo de vermes como você."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Sex Fev 20, 2015 3:40 pm

Na reunião, o ancião representante do povo, decide que Solaire seria o único apto a governar dentre os presentes, com a abdicação de Renek (que estaria presente através de Ephidel) e com o arquimago já tendo que comandar a Guilda. O coronel se enfurece e desembainha sua espada, mas antes que ele pudesse fazer qualquer coisa, Ephidel crava uma adaga no seu pescoço, matando-o instantaneamente, o que irrita Solaire e Lucaerys, por aquilo poder causar uma guerra com o resto de Kandarin. Ephidel explica que ele iria acabar morrendo de um jeito ou de outro, e eles resolvem mentir para o Rei Ulthas sobre o destino do Coronel Radick, dizendo que o mesmo foi morto em batalha e que seu corpo foi queimado junto com o dos aliados mortos (nenhum).

_________________
"Eu sou um homem morto. Apenas mais um dentre esses tantos milhões de almas no submundo. Um cadáver. Mas até que este corpo perceba isso, eu vou continuar lutando. Eu vou limpar esse mundo de vermes como você."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Sex Fev 20, 2015 4:09 pm

No dia seguinte da reunião, Solaire escreveria duas cartas, uma sendo enviada para o Grão-Mestre e uma segunda enviada para o Rei Ulthas de Kandarin. A carta para o Rei Ulthas diria:

Majestade Rei Ulthas de Kandarin,

Após a batalha em Yanille, aonde os exércitos da cidade não teriam resistido a ofensiva dos ogros e o exército real NÃO enviou apoio, os Guardiões de Armadyl liderados por mim, Cavaleiro-Capitão Solaire Silvaris, defendemos a cidade com o apoio da Guilda dos Magos e de bons estrategistas individuais. Coronel Radick acabou morto por ferimentos em combate e seu corpo cremado, em uma pira cerimonial com todos os requisitos da religião Saradominista, o Regente de Yanille foi assassinado em sua casa de forma suspeita, suspeito inimigos políticos do Regente se aproveitaram da situação.

Porém, o objetivo dessa carta não é só comunicativa e avisando vossa majestade da vitória, mas também de uma decisão do povo de Yanille e sua Guilda dos Magos, eles decidiram que queriam um dos responsáveis pela defesa como Regente da cidade, que no final da votação, foi decido que eu serei o regente e como minha primeira decisão, eu declaro Yanille separada de Kandarin, sendo agora Cidade-Estado de Yanille, governada pelos Guardiões de Armadyl, tendo eu como representante deles, e sobre as leis de justiça e paz de Armadyl.

Espero que vossa Majestade aceite bem a decisão do povo,
                                                                                                                                                     Cavaleiro-Capitão Solaire Silvaris, Regente de Yanille.


A noticia seria recebida com gritos de raiva do Rei Ulthas, amaldiçoando os Guardiões "do falso deus Armadyl" por sua ousadia e que estariam desafiando a soberania do Reino de Kandarin, imediatamente, ele começaria a incitar os nobres do reino.

A carta para o Grão-Mestre dos Guardiões de Armadyl seria meramente comunicativa, avisando do que houve em Yanille e da decisão do povo, sem avisar, o Grão-Mestre, os oficiais e um grupo de magos da Ordem se teletransportaria para Yanille, aonde teriam uma conversa pessoal com Solaire. Após uma longa e acalorada discussão, o Grão-Mestre teria um ataque cardíaco ao saber das noticiais com mais "detalhes", levando a morte do velho e sábio homem, com isso, os Guardiões estariam sem liderança e precisavam colocar alguém em seu lugar imediatamente. A reunião duraria um dia e uma noite inteiras, até que decidiriam que o membro de confiança do Grão-Mestre era Katherine e ela seria declarada a Grã-Mestre da Ordem, porém ela negaria e deixaria a honra para Solaire, que seria nomeado Grão-Mestre imediatamente.

Após a reunião, Solaire sairia nas ruas da cidade, reunindo o povo, para declarar que Yanille agora estava separada de Kandarin, sendo uma Cidade-Estado e teria suas próprias leis e soberania, ele juraria lealdade ao povo e prometeria protege-lo como já fez durante a Batalha contra os Ogros. A aceitação seria completa como esperado e Solaire voltaria para a reunião com a Ordem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Sab Fev 21, 2015 11:43 pm

Renek se aproxima de Solaire quando o mesmo está organizando uma expedição para recolher os espólios de Gu'tanoth e derrubar a montanha sobre os dragões. Solaire dispensa a ajuda da Guilda quando se trata do governo, dizendo precisar se virar sozinho. Ele convida Renek para se juntar a ele, e na primeira oportunidade ele troca de lugar com Ephidel, após aceitar. Chegando lá, após mandar Gwin para buscar os magos na Guilda, ele começa a suspeitar de Ephidel, e arranca toda a informação possível dele. Renek fica extremamente irritado com isso e, no meio de uma dessas revelações, Ephidel tem uma estranha "dor de cabeça". Solaire percebe ter esquecido de uma "pedra" no covil dos dragões, que precisava ser recuperada. Ephidel se propõe a fazer isso para não arriscar ninguém, enfurecendo Renek por desobedecer as ordens do mesmo. Isso causa uma longa discussão telepática entre os dois, mas Renek percebe que vai ter que deixar Ephidel ir. Nesse tempo, a Guilda chega lá, e Solaire propõe um plano, e logo Ephidel propõe outro. Lucaerys dá conta da falta de Renek e o busca no seu quarto na Guilda, e isso causa uma discussão exageradamente longa entre Ephidel, Lucaerys, Renek e Solaire. É decidido, no final, que Ephidel usaria bombas de fumaça misturadas com sonífero para tentar se infiltrar sozinho no covil. Solaire oferece um pagamento que Renek recusa, e a preocupação nos olhos do último é visível pela primeira vez. Ephidel inicia a operação, e volta exausto da mesma, porém em perfeito estado. Renek dá todo o crédito para Ephidel pelo plano, e diz que o mesmo já não está sob controle total dele havia algum tempo. Após isso, eles teleportam junto com os magos, enquanto os guardiões levam os espólios, e assistem os mesmos derrubarem a montanha sobre o covil, matando todos os dragões ao esmagá-los. Após isso, eles retornam para Yanille para tratar de alguns assuntos.

_________________
"Eu sou um homem morto. Apenas mais um dentre esses tantos milhões de almas no submundo. Um cadáver. Mas até que este corpo perceba isso, eu vou continuar lutando. Eu vou limpar esse mundo de vermes como você."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Dom Fev 22, 2015 1:38 am

Logo após isso, na mesma noite, Ephidel e Renek vão em busca de Solaire, que estava na frente da casa do antigo regente, organizando tudo para demolí-la, explicando que iria usar a torre de vigia, também, para construir um forte no lugar. Eles entram e resolvem conversar na sala de estar. Renek dá algumas ideias para reformas na cidade, mas Solaire diz para focar no bem-estar do povo. É nesse momento que Ephidel vai buscar o pagamento que Delrus deu a Renek pela revolta em Misthalin: metade do dinheiro dos cofres, aproximadamente 100.000 moedas de ouro em barras e moedas. Em troca disso, Renek pede alguns navios do porto que seria construído em seguida, e material para fortificações. Sem questionar muito, Solaire aceita a proposta, e Ephidel entrega o baú com o dinheiro, que é imediatamente posto no cofre. Eles conversam um pouco mais e se despedem, com Renek dizendo para saírem juntos mais vezes, quando Solaire tiver tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Seg Fev 23, 2015 7:19 pm

Solaire se reuniria no último dia da antiga Casa do Regente, lá, teria uma mesa de madeira no centro da sala de estar e diversas cadeiras, Solaire se reuniria com membros de importância da sociedade de Yanille. Nesta reunião, Solaire botaria na mesa os planos para a cidade, o que iria construir e o que iria mudar, como também a anexação de Gu'Tanoth a Yanille, tornando ela uma "Aldeia de Mineração", os membros discutem um pouco entre si e adoram as mudanças, os membros que se preocupam com o povo aceitam pois Solaire iria melhorar a produção de alimentos e construir edifícios de lazer, os comerciantes adoraram pois Solaire ia construir minas, pedreiras, serrarias e expandir o comércio de Yanille construindo um porto.

O plano inicialmente vinha com três gastos iniciais: A construção de um Porto decente (nível 2), a abertura de uma pedreira em Gu'Tanoth e o envio de Mineradores para Gu'Tanoth, em busca de veios de minerais.

Gastos em Moedas de Ouro:

12.000 no Porto.
6.000 na Pedreira.
5.000 nos Profissionais para Verificar os Minérios de Gu'Tanoth.

Valor Total: 23.000 Moedas de Ouro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Fev 24, 2015 3:11 pm

Com a Regência de Yanille fixa e bem sustentada, Solaire começa a seguir os seus planos. Com o suporte de Katherine e as enormes quantidades de tomos e livros da Guilda dos Magos, Solaire consegue comprovar o que Katherine já tinha certeza. Após uma pequena reunião com os outros oficiais dos Guardiões de Armadyl, Solaire promove Gwinevere a Mestre Espiã dos Guardiões de Armadyl e a envia com uma divisão de contato direto e uma divisão de espionagem para as ruínas de Uzer, no Deserto do Kharid.

Os gastos para tal jornada seriam vários e inicialmente, a Ordem iria arcar com eles, mas Gwinevere teria que achar outras formas de conseguir os suprimentos.

Gastos em Moedas de Ouro:

Mantimentos: 3.000.


No mesmo dia que Gwinevere partiria, seria a chegada do novo Cavaleiro-Comandante Arnold de la Croix, que já chegaria botando os Soldados de Yanille e Guardiões para um treino conjunto, como Solaire queria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Qua Fev 25, 2015 2:03 am

Ao chegarem em Lumbridge, os Guardiões de Armadyl liderados por Gwinevere ficariam a par da situação de Misthalin, Gwinevere acabaria tendo uma conversa com o Duque Horácio, ele contando detalhes do acontecido em Varrock. Após a "pequena reunião", Gwinevere se reuniria com seus homens e ordenaria que vestissem túnicas e pintassem os brasões da Ordem de suas armaduras, disfarçando suas origens, Gwinevere também dividiria os soldados em diversos pequenos grupos, para diminuir a "atenção" que poderiam chamar, após isso, partiriam para Al-Kharid.

Lá, os Guardiões começariam a se dividir em diversas caravanas, fazendo trajetos diferentes pelo deserto, guiados por experientes guias da Ordem que conheciam as dunas e as infinitas areias do Deserto. Após alguns dias, eles chegariam a Uzer.

A primeira caravana a chegar seria a de Gwinevere, ela como planejado, começaria indo direto para o interior das ruínas e montando o acampamento, aos poucos, chegariam os outros grupos, que se instalariam também no interior. Gwinevere dividiria pequenas patrulhas em volta das ruínas, para avisar se qualquer um se aproximasse, essas patrulhas vestiriam roupas mais leves. Na noite seguinte, Gwinevere contaria um de seus mais leais agentes como também cinco Guardiões de Armadyl, ela diria para esse agente, chamado Lucan, partir com os cinco agentes para Menaphos, ter uma conversa com o Faraó e sua Rainha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Qua Fev 25, 2015 7:30 pm

Após o planejamento do Arquiteto Militar dos Guardiões de Armadyl, Solaire decidiria que um Forte seria construído do local da ex-Casa do Regente até a Torre de Vigilância, usando a Torre como parte da estrutura do Forte.

O forte seria nomeado "Forte da Vigilância", por estar em uma posição de Vigilância junto a muralha de Yanille, os preços seriam reduzidos pois Solaire usaria parte da pedra da muralha, pouparia pedras do edifício central por causa da Torre e também materiais vindos de Gu'Tanoth.

Valor em Moedas de Ouro:

Preço do Forte: 40.000 Moedas de Ouro
Redução: 20%

Valor Total: 32.000


O novo Forte da Vigilância ser agora o centro de comando dos Guardiões em Yanille, como também centro administrativo da Cidade-Estado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Dom Mar 08, 2015 8:04 am

Lucaerys leva Zephiel até Solaire, para apresentá-lo ao mesmo. Zephiel diz ter informações sobre Khazard e Hazeel, e diz ser filho de Hazeel. Katherine diz para Solaire não confiar em Zephiel. Solaire então dá uma missão para Zephiel, para o mesmo provar sua confiança. Zephiel então vai para Ardonha, no esconderijo dos Armadyleanos com Arnold, o Cavaleiro-Comandante, e eles prosseguem com a missão. Ele e Arnold saem do esconderijo, e entram num beco, e logo dois fanáticos Saradoministas chegam, e uma sangrenta luta começa.

Um dos fanáticos morre, e o outro é deixado vivo, e foge. Então Arnold e Zephiel voltam ao esconderijo, e descansam, vendo a confusão começar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Inativo
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 733
Data de inscrição : 02/11/2014
Localização : Guilenor
Emprego/lazer : Bruxo
Humor : Indiferente

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Seg Mar 09, 2015 8:08 am

Zephiel e Arnold partem para a última fase da missão, rumando ao casarão onde estava o Oficial Militar dos fanáticos. Zephiel puxa Arnold para as sombras, e ambos se escondem na frente da casa. Zephiel então cria uma distração e Arnold entra na casa pela porta dos fundos (ainda nas sombras) e Zephiel transforma-se em uma bela mulher, vestida de vermelho, e corre até a casa, gritando e xingando o Oficial. Os guardas então a agarram e a arrastam até o andar superior, e o Oficial manda levarem ela para o piso inferior, pois ele queria dar uma lição à ela. Ao chegar no quarto do andar inferior, o Oficial começa a tirar as roupas, e Zephiel puxa ele para as Sombras, e toma sua forma normal. Então eles começam uma batalha. Depois de matar o Oficial, eles continuam morro acima, e Arnold se esconde numa casa abandonada, ficando pronto para qualquer combate que possa acontecer, e Zephiel continua até as ruína na beirada do morro, onde haviam os dois outros oficiais, que estavam tendo uma "relação próxima". Ele então envenena o vinho deles, usando sangue de demônio, e se esconde na árvore. Ao beberem o vinho, os Oficiais caem mortos no chão, com sangue saindo pelo nariz, olhos, boca pelas calças. Arnold então aparece, e Zephiel incendia a mesa onde estava o vinho. Após isso, eles voltam ao esconderijo, e se despedem. Zephiel então volta para Yanille, onde fala com Solaire, e Solaire diz ter que esperar por Arnold para dar a recompensa de Zephiel. Então Zephiel se teleporta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://seisreinos.forumeiros.com.pt
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Mar 17, 2015 12:35 pm

Após chegar de viagem e descansar o suficiente, Solaire receberia os relatórios do tempo que esteve fora, ele notaria que a economia de Yanille teria se desenvolvido, como também todas as construções que ele teria ordenado para serem construídas já estariam prontas, então, ele entrega uma nova lista de construções e pagaria antecipadamente.

A lista seria:

Aprimorar o Armazém. (Nível 5)
Aprimorar as Fazendas. (Nível 5)
Construir uma Oficina de Artesanato. (Nível 2)
Construção de um Templo para Armadyl. (Nível 2)

Custo total: 86.000 Moedas de Ouro.


((Obs.: Não há Templos na lista de construções, vou colocar o seu preço como 2k.))
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Mar 17, 2015 1:14 pm

A tarde, no mesmo dia que entregou a lista de construções, Gwinevere começaria a escrever os relatórios da exploração de Uzer para a Rainha Faraônica, sendo supervisionada por Solaire. A carta diria:

Querida Rainha Faraônica Hylla Kane

A última vez que conversamos, acabamos nos desentendendo por coisas pequenas, então antes de tudo, peço desculpas. Como prometido, vou detalhar o que descobrimos nas ruínas de Uzer, mas leve em consideração que tudo que será dito aqui é ultra secreto, então, tome cuidado com elas.

*Junto da carta, teria uma pequena bolsa de couro, com diversos manuscritos*

Nos manuscritos, estão detalhados o conhecimento da criação de Golens, que era uma habilidade que os antigos moradores de Uzer mestraram, porém, a Ordem decidiu que os livros de magia Aviansie encontrados nas ruínas pertenciam aos Armadyleanos, espero que não fique brava com essa decisão.

Mestre Espiã, Gwinevere Augustine


A carta seria entregue para um dos Guardiões de Armadyl de alta patente, que lideraria um grupo de magos se teletransportando direto para Menaphos, entregando os relatórios diretamente para as mãos de Hylla.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Mar 17, 2015 1:22 pm

No dia seguinte, Solaire se reuniria com os oficiais dos Guardiões de Armadyl, aonde Solaire declararia cerco a Oo'glog. Eles passariam a tarde estudando o campo em volta da última cidade dos Ogros e montando táticas e estratégias.

Na reunião seria decidido que Yanille começaria um recrutamento intensivo em Yanille, como também, usaria os Guardiões como força principal, Arnold lideraria a investida, enquanto Solaire as linhas de defesa, Gwinevere se ocuparia em sabotar os Ogros e Katherine procuraria apoio da Guilda dos Magos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Mar 17, 2015 2:40 pm

Após ser Solaire deixar Katherine com a responsabilidade de pedir apoio da Guilda dos Magos para o Cerco a Oo'glog, ela iria a Guilda imediatamente.

Ao entrar na Guilda e a sala do Arquimago Lucaerys, ela e o Arquimago teria uma pequena discussão, sobre antigas promessas de Solaire e um ataque a "apenas um Spa" , nas palavras do Arquimago. No final, ele aceitaria ajudar e ofereceria todos os magos da Guilda para isso, Katherine aproveitaria para deixar um pergaminho com sugestões para mudanças nas leis e regras da Guilda, as sugestões seriam:

Maior proteção para os conhecimentos mágicos da Guilda.
Mais cuidado com os artefatos da Guilda.
Permissão para a Grã-Conselheira abrir um arquivo com fichas de todos os membros da Guilda.

Então, depois de entregar o pergaminho, ela sugere ao Arquimago que leia e pense nisso, ela sai da Guilda e vai comunicar Solaire sobre o suporte dos Magos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Mar 17, 2015 2:43 pm

Pensando na recompensa de Zephiel pelo trabalho bem concluído durante a revolta de Ardonha, ele vai até o Arsenal dos Guardiões em Yanille e pegaria uma armadura de couro de dragão negro que teria guardado para uma ocasião especial, Solaire a levaria até seu escritório e começaria a encanta-la.

( +5 Encantamento)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Qui Mar 19, 2015 8:51 pm

Solaire e Katherine estariam na biblioteca do forte de Yanille. Lim aparece do nada lá, parecendo não dormir havia dias. Ela mostra um diário que encontrou no seu quarto na Guilda, escrito por Renek antes da viagem, e escondido lá. Aquilo esclarecia muito sobre morphs, inclusive o fato de ele ter conseguido desvincular a vida dela, Ephidel e Clyteus da dele. Também fala um pouco sobre como identificar um morph, entre outras coisas. Após um pequeno diálogo direto entre Lim e Solaire, que deixa ele meio envergonhado, e depois dele fazer um convite a ela, os tres passam a noite estudando o livro, resultando nela caindo no sono no meio do tempo, num dos sofás na biblioteca. Solaire e Kat acordam ela pela tarde do outro dia, e ela vai embora.

_________________
"Eu sou um homem morto. Apenas mais um dentre esses tantos milhões de almas no submundo. Um cadáver. Mas até que este corpo perceba isso, eu vou continuar lutando. Eu vou limpar esse mundo de vermes como você."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lucis



Mensagens : 111
Data de inscrição : 11/02/2015

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Dom Mar 22, 2015 9:53 pm

Ephidel vai até o escritório de Solaire, depois de dias sumido, pedindo um "trabalho". Solaire o manda para espionar o culto de Hazeel e para tentar impedí-los de fazer o que quer que seja. Ele também conta sobre o fato de Renek estar vivo, o que alegra Ephidel, mesmo com ele tentando não demonstrar isso. Eles conversam um pouco sobre Limstella também, e em seguida Ephidel simplesmente some num piscar de olhos.

_________________
"Eu sou um homem morto. Apenas mais um dentre esses tantos milhões de almas no submundo. Um cadáver. Mas até que este corpo perceba isso, eu vou continuar lutando. Eu vou limpar esse mundo de vermes como você."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Angelloh

avatar

Mensagens : 277
Data de inscrição : 04/11/2014
Idade : 22
Localização : Rio Grande do Sul
Emprego/lazer : Roleplayer
Humor : Irônico

MensagemAssunto: Re: O Recomeço   Ter Mar 24, 2015 3:15 pm

-- FLASHBACK --

((Esse RP aconteceu antes da festa de Yanille))

Hylla chegaria em Yanille com uma pequena frota alguns dias antes do dia da Festa. Ao chegar seus servos desembarcariam as coisas e carregariam para o Forte da Vigilância, Hylla e Solaire andariam de biga puxada por 2 cavalos pelas ruas da cidade, e ensinaria ele a andar com a mesma. Após verem toda a cidade e chegarem ao Forte, ela pergunta se ele gostaria de brincar um pouco, e eles lutam, Solaire vence Hylla que derruba ele no final e eles ficam caidos no chão, rindo. Após isso eles vão para seus respectivos quartos no Forte, se arrumar para a festa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Recomeço   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Recomeço
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Começando de baixo
» Qual moto começar ou recomeçar?
» vermelinha voltou para o papai kkk Só alegria e novo recomeço
» Renovação BB - Recomeça o martírio

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Taverna dos Seis Reinos :: Interpretação em texto :: Tópicos de Interpretação-
Ir para: